O que os homens querem das mulheres

Sunday, 12 September 2010, 17:22 | | 24 comentários
Postado por Fábio Betti 

Não há uma mulher que não tenha feito esta pergunta. Como também não há um homem que tenha conseguido respondê-la de modo universal. O que os homens querem das mulheres é algo que muda de homem para homem – mais, muda a depender do momento de cada homem e da relação que ele vive a cada momento. Porque nenhum homem é igual a outro, assim como nenhum homem é o mesmo o tempo todo e nenhuma relação é igual nem a mesma o tempo todo. Apesar de todos esses poréns, resolvi aceitar a pergunta e me jogar na aventura de respondê-la, correndo, inclusive, o risco de ser politicamente incorreto, pois qualquer resposta honesta que se dê a essa questão trará, invariavelmente, aspectos da sombra masculina, algo que nem homens nem mulheres gostam de encarar.

Por que me pergunto?

A pergunta surgiu num café da manhã com uma amiga. Ela me contava sobre uma relação que havia estremecido e seus esforços em reatá-la. Dizia que, após um período separados, ela e seu companheiro voltaram a se ver e a conversar. Nesses encontros, ela procurava ajudá-lo a organizar sua vida com perguntas e sugestões que o fizessem refletir sobre suas escolhas. Mais madura e com mais experiência de vida do que ele, minha amiga esperava que essa abordagem contribuísse para reconstruir o vínculo entre os dois.

Enquanto ela contava sua história, eu imaginava se alguém realmente acreditava que ser amiga ou mãe de um homem é a melhor maneira de conquistá-lo. Claro que homens precisam de amizades e cuidados, mas, antes da deusa mãe, precisam de Afrodite! Quando manifestei esse raciocínio, minha amiga ficou com o queixo caído, como a dizer: como não percebi isso antes? Não percebeu porque não se perguntou o que os homens querem das mulheres, oras! Se tivesse se perguntado, no mínimo, teria lembrado que os melhores momentos que teve com seu companheiro, os mais intensos, foram momentos de prazer e não de “organização e solução de problemas”! Essa descoberta não é algo trivial. Ela muda tudo.

A Pirâmide de Maslow masculina

O psicólogo americano Abraham Maslow acabou entrando para a história com sua “Pirâmide de Maslow”, onde ele representou a hierarquia das necessidades humanas. Se quiser conhecê-la em detalhes, clique aqui .

A partir do que ouvi, li e, especialmente, vivi como homem, resolvi reinterpretar livremente a “Pirâmide de Maslow” para representar a hierarquia das necessidades específicas masculinas – para simplificar, organizei-as em apenas 3 estágios: fisiológicas, relacionamento e realização pessoal.

piramide_maslow_masculinaNa base da pirâmide, onde Maslow coloca as necessidades fisiológicas, eu destacaria, além do sexo, mais duas: sexo e sexo. Pois é, a primeira coisa que tem que funcionar bem numa relação é sexo. Se essa questão estiver mais ou menos, não se iludam: ou a relação vai para o espaço ou vamos resolvê-la fora da relação. Isso também quer dizer que, dificilmente, se reconstrói o vínculo com um homem sem que se comece por este estágio. Caso contrário, a relação tende a ir para o caminho da amizade e não para a integração total homem-mulher.

Outra questão que reforça nosso apego ao sexo é o DNA de caçador. No entanto, ao contrário do que imagina a maioria das mulheres, o fato de nos sentirmos atraídos por outras mulheres, algo que nosso olhar de radar não esconde, não implica em que saiamos por aí pegando todas. Pelo contrário, muitas vezes, nos nutrimos dessa energia sexual alheia, como um navio que se reabastece para uma viagem, cujo destino são nossas próprias parceiras.

No estágio seguinte, relacionamento, primeiro faço uma revelação que ainda perturba muita gente: a relação para um homem, diferentemente do que ocorre para as mulheres, não é nem nunca será sua prioridade de vida. A prioridade de um homem é seu propósito. Não pretendo entrar em detalhes neste assunto, para não fugir de nosso foco, mas quem desejar conhecer um pouco mais dessa visão, convido a ler o texto “Seu propósito deve vir antes de seu relacionamento”, de David Deida, autor de inúmeros livros sobre a natureza masculina.

O fato de os relacionamentos não serem nosso foco principal implica em cultivarmos naturalmente diversos relacionamentos e, muitas vezes, atribuirmos a eles pesos semelhantes. Estou falando de companheiras, amigos, filhos, parentes e colegas em geral. Entender isso é fundamental para a criação de vínculos conosco. Por exemplo, uma companheira que não aceita que também podemos ter enorme prazer quando não estamos com ela, mas, por exemplo, com colegas de trabalho bebendo depois do expediente ou, até, entre desconhecidos, torcendo para nosso time num estádio de futebol, ameaça essa necessidade essencial para a felicidade masculina. Gostamos muito de estar com essas pessoas, mas, repito, nosso foco não é a relação com elas e sim nosso propósito.

No topo da pirâmide, chegamos, finalmente, à realização pessoal, que, para um homem, está relacionada à consciência e concretização de seu propósito. Esse propósito pode estar relacionado tanto à realização profissional quanto ao desenvolvimento espiritual.

É nesse estágio que nossas necessidades se aproximam das necessidades femininas, pois, com o sexo resolvido e nossas diferentes formas de relacionamento respeitadas, abrimos espaço para conversar sobre questões menos ligadas à carne e mais ao espírito. Só que, muito cuidado, isso não significa que desejemos as mesmas coisas do que elas.

purposeSe tivermos que escolher entre o relacionamento íntimo perfeito e atingir nosso propósito mais elevado, escolheremos ser bem-sucedidos em nosso propósito. Por isso, nossa realização dependerá de nossa capacidade de identificar, manifestar e praticar nosso propósito, qualquer que seja ele. Aqui, portanto, os papéis de amiga e cuidadora são muito bem-vindos, desde que nos sintamos respeitados em nossa individualidade e nossa liberdade, esta última uma necessidade que todo ser humano precisa para viver e que assume uma importância ainda maior para um homem, na medida em que é a partir dela que começamos a alicerçar o nosso propósito.


24 comentários para “O que os homens querem das mulheres”

  • Silvio Freire says:

    Sexo, sexo, sexo significa qualidade de pessoa e de sexo, não quantidade. Se ela é uma pessoa de qualidade e temos um bom sexo, posso perfeitamente esperar pela próxima vez, mesmo que demore algum tempo. E a espera sempre recompensa.
    Jogar conversa fora com amigos/as é necessário. E para ventilarmos questões que só aquela pessoa ou aquele grupo ouvirá da forma correta. Não é demérito para outros amigos/as, mas para falar desse assunto o cara indicado é o Zé, que eu sei que me ouvirá com atenção e não descerá o pau no que eu disser, contestando o que é contestável e respeitando até os absurdos.
    Realização é autoestima, acho que não preciso falar muito. Tentar impedir que um objeto de realização seja adiado para uma causa, a nosso ver, menos nobre, é fatal.
    Tudo o que eu disse não coloca a mulher que esteja comigo no papel de pegar a senha e entrar na fila, porque a recíproca tem que ser verdadeira. Ambos têm que se comportar assim. Aí dá certo.

  • Fábio,
    obrigada por sua lições altamente enriquecedoras. Nós, mulheres, invariavelmente esquecemos que homens e mulheres são diferentes.
    Quando lí homens são de marte e mulheres são de vênus, descobri um monte de coisas…mas esqueci tudo!!!! hahaha
    E estamos sempre achando que estamos abafando!!!!
    A propósito, eu conheço sua amiga do café da manhã?
    Bjs

  • Fabio Betti Rodrigues Salgado says:

    Obrigado, queridos Silvio e Claudia, pelos comentários. E Claudia, você não conhece a amiga do café da manhã. É uma amiga pessoal minha e não de nosso ambiente de trabalho. Beijos aos dois.

  • luiza says:

    Interessante comentario sobre a natureza femenina.Sei que me ajudara bastante no meu relacionamento de agora em diante.

  • RUBEN COME says:

    Gostaria de endereçar os meus audaciosos cumprimentos de admiração pelos nobres conselhos, acreditem, estou a viver uma relação muito complicada em que a pesar de sermos grandes amigos, a nossa realação não tem sido das melhores, digo o que eu sonhei quando decidi me envolver com ela. Nos ultimos tempos é possivel ficarmos 2 meses sem nenhum contacto sexual, mesmo reclamando a situação não muda, em fim ja não sei o que fazer quanto a isso. E o agravante ela espera um filho meu e está no seu 4 mês. O que faço?????

  • Maria terezinha says:

    Fábio, esse texto é valioso. Também tenho uma amiga que me faz de confidente e a ajudo muito. Aliás tenho várias amigas e a elas orientarei seu texto. Mas, essa que lhe dizia ,
    se envolveu com um homem casado, que, claro, não pretende largar da mulher para ficar com ela. Mesmo sabendo disso ela o ama com total entrega . Não sei que conselhos lhe dar, ela se diz feliz, mas se nota uma solidão tão grande nela. Que vc diria a ela?
    Abraços, amigo Fábio

    • Fabio Betti says:

      Terezinha, não costumo dar conselhos a ninguém, pois acho isso muito delicado. A única coisa que falo é para que as pessoas ponham suas relações na balança. Se elas penderem mais para o prazer e para a felicidade, ótimo! Caso contrário, pergunta é: o que se quer sustentar em uma relação que não valhe à pena?

  • Maria terezinha says:

    Como boa libriana, falei isso a ela, que colocasse os prós e contra na balança para avaliar melhor o relacionamento. Mas, ela acha que ….um dia….poderá valer a pena. Que tem esperança que será recompensada por tanta espera. Será? Uma relação assim vai se deteriorando, bem, dependendo da pessoa, não é? Se ela acredita, que acredite, então!

  • Ana Magal says:

    Sabe o que é engraçado Fá? Esses dias estive pensando muito sobre esse tema… O mais engraçado é que depois de ler tudo o que você falou continuo mais confusa e triste que nunca. O sexo era simplesmente maravilhoso (sem reclamação de ambas as partes e sempre com pedidos de bis), nossos propósitos estavam bem delineados e respeitados, porém a coisa desandou feio por conta de uma coisinha chamada ‘omissão’.

    Não gosto de me sentir enganada, odeio quando acham que sou idiota. E detesto mais ainda quando sei que estão falando uma coisa, mas expressam outra… Anos de experiência em sofrimentos amorosos me concederam isso. Portanto, saber que alguém achou irrelevante um determinado tema da relação magoa e muito, e dificulta o andamento da mesma.

    Por isso, continuo com a porcaria da dúvida: QUE PORCARIA AFINAL VOCÊS QUEREM DE NÓS? Se damos sexo, querem outra coisa… Se damos outra coisa, querem sexo… Nunca estão satisfeitos pow! ¬¬

    • Fabio Betti says:

      Você termina seu comentário com uma frase em exclamação. Eu acrescentaria: e alguém está? Seja homem ou mulher, quem, de fato, consegue se satisfazer em uma relação? Na minha opinião, enquanto tivermos expectativas, seremos eternamente insatisfeitos e nossas relações continuarão caminhando na corda bomba. Ao menor deslize, tudo desmorona.

      • Carla says:

        “Seja homem ou mulher, quem, de fato, consegue se satisfazer em uma relação?”
        Ainda bem que não, né? Ainda bem que nunca estamos satisfeitos, senão não poderíamos seguir desejando!

  • Alessandra Formiga says:

    Oi, Fábio!
    Parabéns pelo blog! Gostei do novo layout.

    Eu costumo passar por aqui e curto muito os seus textos. Na minha opinião, DR é essencial em qualquer contexto. As relações humanas são muito complicadas. Sem diálogo, tudo fica ainda pior!

    Beijos e sucesso!

    • Fabio Betti says:

      Oi Alê, fico muito feliz de te encontrar por aqui. Este blog faz parte de um projeto mais ambicioso, do qual figura um livro que será lançado em 2011. Espero que você esteja em paz e feliz. Beijos

  • Pat says:

    Oi Fabio, muito legal o texto! E adorei o novo site. bjs

  • Martha says:

    Não consigo imaginar um mundo ou uma era na história do universo, onde sexo será a prioridade na vida de qualquer mulher. Para enxergar a pirâmide de Maslow do ponto de vista feminino, basta invertê-la. Portanto, quando as necessidades de um estiverem plenamente satisfeitas, provavelmente é porque o outro estará totalmente “a ver navios”…
    Eu nunca parei para pensar nessas coisas da forma como você as colocou, mas sempre tive a certeza intuitiva de que esta é uma relação fracassada por definição.
    Seu texto, além de direto e esclarecedor, demonstrou, com perfeição, porque a relação homem/mulher não dá e jamais, repito JAMAIS, poderá dar certo.

  • Fabio Betti says:

    Martha, não tive a intenção de defender a tese de que o relacionamento homem-mulher é impossível. Pretendi apenas abordar como vejo algumas diferenças no modelo de pensamento de um e outro, de maneira, justamente, a permitir que possamos nos encontrar no meio do caminho. Honestamente, acredito que isso seja não apenas possível como necessário em nosso processo de desenvolvimento humano e espiritual. Abraços

  • Beatriz De Caroli says:

    Enquanto as mulheres continuarem obssessivas, querendo DOMAR o animal Homem, mudar o comportamento dele, a relação realmente nunca vai dar certo. Entendam, NINGUEM MUDA NINGUEM, portanto ou aceitamos que o que o Fábio postou é a mais pura realidade, ou seja, homens são assim mesmo, prioridades totalmente diferentes das nossas, ou TODOS os nossos relacionamentos estarão fadados ao fracasso, em breve ou a longo prazo, não interessa. Vejam seus homens como companheiros e não como propriedades. Eles tem testosterona e nós milhares de outros hormônios a serem administrados. Além do que a mulher tem muito mais sensibilidade. Portanto, mulheres, entendam que homens nunca vão entender as mulheres. Não estou defendendo a mentira, muito ao contrário, estou defendendo aqui a AUTO-ESTIMA de cada uma de nós. Se o homem mente ou te trata mal, larque-o. Você merece coisa melhor. Não se iluda, ele não vai mudar! E nada é eterno. Salvo raras exceções, casamento tem prazo de validade sim. Graças a Deus!!!

  • Ana says:

    Interessante o texto… Só acho que nada pode ser generalizado…
    Existem homens, apesar de poucos, que nao fazem tanta questão de saírem para beber sem as suas parceiras e suprem a necessidade de se relacionarem com outras pessoas no trabalho ou numa academia, por exemplo.
    Por outro lado, tb existem mulheres que não colocam como prioridade o relacionamento amoroso, apesar de darem muita importância a ele, mas sim, a carreira. Da mesma forma, existe sem dúvida, aquelas que consideram o sexo sexo sexo como base do relacionamento!
    Tudo isso existe, tb nas mulheres… Na minoria, admito, mas existe, não sendo um traço exclusivamente masculino. Eu mesma sou a prova viva disso (carreira em primeiro lugar e sexo como passo inicial e fundamental no relacionamento), então nao se pode generalizar e afimar categoricmante que homem é assim e mulher sempre será “assado”… Afinal, existem casos e casos…
    Parabéns pelo artigo Fábio.

  • Fábio Betti says:

    Também não gosto de generalizações, Ana, mas às vezes parece que não resisto à atenção, sobretudo nos posts mais antigos. Abraços

  • viagra says:

    Sem duvida, quanto mais tem mais se quer, ninguem consegue ficar satisfeito hoje em dia , que coisa em rs.

  • igor says:

    sexo também.mas uma mulher q o respeite q c de o respeito,q seja agradavel, simpatica,q tenha aqueles ciuminhos,e q principalmente entendam a definiçao de homem.quase tudo em nos vai irritar vcs, exeto o dito cujo!!!!kkk.

  • Estela says:

    Ao ler o seu texto e mtos comentarios por aqui, chego à conclusão que a maioria, com certeza, não tem Deus na sua vida nem sabe o poder da Oração. Sexo, sexo e mais sexo?? Hum… Deixa ver o k me faz lembrar… hum… ah sim! Um animal na selva, kem sabe um burro (eles têm muita testosterona) ou mesmo um hipopotamo. Legal! rsrs…

  • fantiny says:

    Gay

  • Ana Paula says:

    Posso dizer: as mulheres querem dos homens respeito, fidelidade, amor e sexo. Difícil é esses ingrediente se combinarem no suco. Geralmente quando se tem um, não se tem outro.

Comentário