waking life

Qual é o tamanho dos seus sonhos?

Wednesday, 22 June 2011, 15:14 | Tags: , , , , , , , , | 7 comentários
Postado por Fábio Betti 
O que Martin Luther King, John Kennedy e um certo Davi Khouri tem a ver comigo, com você e com nossos sonhos. Leia mais »

Sonhador incorrigível

Tuesday, 21 June 2011, 19:57 | Tags: , , , | Nenhum comentário
Postado por Fábio Betti 
Cansei de lutar contra minha natureza. Chega de me esconder por trás de frases, rostos e bocas que não refletem de fato quem sou. Não vendo minhas ideias, não falo para amaciar ouvidos, não faço concessões com meus valores, nem trabalho motivado por dinheiro, embora entenda claramente que preciso dele para viver... viver meus sonhos! Sou um sonhador, do pior tipo de sonhador, o tipo que acredita que qualquer sonho é sempre um sonho possível e que não há pessoa no mundo que não mereça realizar seus sonhos mais íntimos. Olhar para as pessoas e imaginar que, dentro delas, sonhos nascem e morrem a cada instante, é como mergulhar nos olhos de Deus e se admirar de suas criações. Só mesmo a Adele para me entender... Leia mais »

Paixões avatares

Friday, 03 June 2011, 20:26 | Tags: , , , , , , , , , | 4 comentários
Postado por Fábio Betti 
“Amor Líquido” é uma expressão cunhada pelo sociólogo Zygmunt Balman para definir a fragilidade dos laços humanos nesses tempos onde as relações são cada vez mais flexíveis, gerando níveis de insegurança sempre maiores. Segundo Balman, a prioridade a relacionamentos em redes, as quais podem ser tecidas ou desmanchadas com igual facilidade - e frequentemente sem que isso envolva nenhum contato além do virtual -, faz com que não saibamos mais manter laços a longo prazo. Segundo eu mesmo, vivemos uma era perigosa onde avatares estão substituindo seres de carne, osso, alma e verdade. Leia mais »

Waking Life*

Thursday, 23 December 2010, 11:07 | Tags: , , , , | 2 comentários
Postado por Fábio Betti 
- Não me sai da cabeça algo que você me disse. - Algo que eu disse? - É. Sobre a sensação de que você observa a sua vida da perspectiva de uma velha à beira da morte. Lembra? - Ainda me sinto assim, às vezes.Como se visse minha vida atrás de mim. - Como se minha vida desperta fossem lembranças. - Exatamente. - Ouvi dizer que Tim Leary,quando estava morrendo, disse que olhava para seu corpo que estava morto, mas seu cérebro estava vivo. Aqueles 6 a 12 minutos de atividade cerebral depois que tudo se apaga. Um segundo nos sonhos é infinitamente mais longo do que na vida desperta. Entende? - Claro. - Tipo, eu acordo às 10:12h. Então, eu volto a dormir e tenho sonhos longos, complexos, que parecem durar horas. Aí eu acordo e são 10:13h. - Exato. Então aqueles 6 a 12 minutos de atividade cerebral podem ser a sua vida inteira. Você é aquela velha, olhando para trás e vendo tudo. - Se eu sou, o que você seria nisso? - O que eu sou agora. Quero dizer, talvez eu só exista na sua mente. Eu sou apenas tão real quanto qualquer outra coisa. * Diálogo extraído do filme "Waking Life" (para maiores informações, consulte: http://pt.wikipedia.org/wiki/Waking_Life) Leia mais »