mal-estar

Diário do Bem-Estar (Dia 62/100)

Friday, 02 March 2012, 21:00 | Tags: , , , , , , | Nenhum comentário
Postado por Fábio Betti 
Eu havia lançado a intenção, quando eu comecei esse diário, de só falar de situações, coisas que eu vivi, vivo em meu cotidiano, que têm a ver com conforto, com bem-estar. No entanto, vivo situações totalmente opostas, ou seja, situações de mal-estar, de dor, de sofrimento e, de alguma forma, também não quero ignorá-las. Então, por mais que seja o Diário do Bem-Estar, percebo que, em alguns momentos, vou querer trazer também o outro lado, o outro lado dessa moeda que, as vezes, entendo ou percebo dessa forma, que não é bem o outro lado da moeda, é uma parte dessa moeda que, para atingir o outro lado, preciso passar por ela. É algo no caminho, não é o contrário do caminho, não é uma direção oposta. Leia mais »

Diário do Bem-Estar (Dia 12/100)

Friday, 27 January 2012, 21:40 | Tags: , , , , | Nenhum comentário
Postado por Fábio Betti 
Minha primeira lembrança do dia não foi uma sensação de bem-estar. Uma pessoa me chamou a atenção em público e, de repente, fui transportado para um espaço de tamanho desconforto que tive que sair de perto dela para controlar minha ira e diminuir meu mal-estar. A proposta desse diário não era trazer reminiscências cotidianas relacionadas ao mal-estar, mas como elas surgiram espontaneamente, resolvi aceitar o convite e registrá-las, para ver se algo novo eventualmente emergiria. Quando me pergunto sobre esse episódio, o que aparece é a necessidade de me sentir independente, de sentir que sou livre para expressar minhas opiniões e meu viver, sem que ninguém tente me impedir. Essa sensação me é muito prazerosa, o que talvez justifique meu desconforto quando me sinto, de alguma forma, privado dela. E aí me ocorre que não raras vezes haverá uma pedra de mal-estar no caminho do bem-estar, que precisará ser reconhecida e removida ou contornada, para que eu possa seguir em frente. (27/01/2012) Leia mais »

Diário do Bem-Estar (Dia 11/100)

Thursday, 26 January 2012, 21:09 | Tags: , , , , , , , | Nenhum comentário
Postado por Fábio Betti 
Fiquei longe daqui por alguns dias. Refletindo sobre isso, me vi imerso na loucura de Nova York, anestesiado pela compulsão coletiva por comida e consumo - e sem consciência sobre as situações onde me sinto no bem-estar, sem refletir sobre esses momentos. É curioso, mas quando recorro à memória, as primeiras lembranças que surgem desses dias são registros de situações de mal-estar. Seria um padrão já instalado, a partir do qual faço a leitura do meu viver, quando opero no modo automático? Um operar a partir do mal-estar? É curioso também como essa reflexão teve seu impulso inicial em uma situação aparentemente de profundo mal-estar, mas que, ao me dar conta de meus reais sentimentos, percebo um fluxo mais complexo onde bem-estar e mal-estar se entrelaçam e, em certo sentido, se complet Leia mais »